Cooperativa de Compostagem de Paragominas é contemplada no Programa Ecomudança do Itaú Social

A Cooperativa de Trabalho de Compostagem de Paragominas (COOMPAG), sediada no bairro Tropical – Residencial Morada dos Ventos, foi uma das vencedoras do Programa ECOMUDANÇA do Itaú Social, edição 2018. O programa estimula e fomenta projetos de redução de emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), incluindo iniciativas relacionadas à energia renovável, manejo de resíduos, florestas e agricultura sustentável. Além disso, buscam-se projetos com potencial de gerar renda para se manterem financeiramente a longo prazo, e com alto potencial de replicabilidade (fonte: Ecomudanças).

O projeto intitulado “Educação Ambiental, Cidadania e Sustentabilidade”, de autoria da Engª Ambiental Rayane Quaresma Guimarães, que também é voluntária na cooperativa, concorreu com mais de 1.100 iniciativas, ficando entre as seis contempladas em todo o território nacional e vai receber o incentivo no valor de R$ 73.801,50. Excelente notícia para o município e, sobretudo, para os moradores daquela localidade que, a partir deste incentivo, vai receber uma horta urbana, além de capacitações para o reaproveitamento de resíduos sólidos e empreendedorismo sustentável. A área para a criação da horta é um espaço público dentro do condomínio que foi cedido pela prefeitura municipal, a qual levou em consideração os enormes benefícios do projeto para aquela população

Em entrevista à nossa reportagem, a Engª Rayane esclareceu sobre como vai funcionar o projeto: “A COOMPAG é uma cooperativa que produz adubo orgânico por um método inovador, transformando em 24 horas os resíduos orgânicos em algo comercializável. Assim, o principal objetivo do projeto é aumentar o número de colaboradores da cooperativa, através da sensibilização dos moradores para a separação do lixo entre orgânico e inorgânico nas próprias residências. Mas não para por aí, foram realizadas parcerias com escolas escolhidas estrategicamente, ou seja, aquelas escolas que recebem alunos do residencial: Creche Ítalo Garcia, EMEF Angélica Dantas, EMEF Anésia da Costa Chaves. A parceria visa fortalecer a formação de pessoas sensíveis à causa ambiental desde a sua base de formação, além de reativar os espaços de hortas nessas escolas”. Sobre as hortaliças produzidas nesses espaços, Rayane explica que o projeto piloto objetiva beneficiar nas escolas a merenda escolar, e no residencial, os moradores que colaboram com a doação do resíduo orgânico, como forma de incentivo a essa prática.

Para a execução do projeto, a COOMPAG contará com o apoio da Universidade do Estado do Pará – UEPA, por intermédio da empresa júnior “Apport Jr.” e dos professores Vinícius Lira e Túlio da Silva; Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA, através da professora Letícia Abreu e a professora Luciana Borges.

Texto: Jorginho Quadros

COMPARTILHAR