Defesa de Henrique entra com pedido de soltura do ex-ministro

Cabe ao desembargador Élio Siqueira, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife (PE), decidir se Henrique Eduardo Alves segue ou não na prisão. O ex-ministro do Turismo está preso desde a terça-feira, 6, no âmbito da Operação Lava Jato.

O desembargador pediu informações ao juiz federal Francisco Farias, que determinou a prisão preventiva, para que possa tomar uma decisão. A consulta de Siqueira ocorreu após o pedido de Habeas Corpus apresentado nessa quarta-feira, 7, pela defesa do ex-ministro.

Henrique Eduardo Alves está detido na Academia da Polícia Militar, no Barro Vermelho, Zona Leste da capital potiguar.

Portal no AR