Mondelēz International reitera pedido por total sustentabilidade e transparência no fornecimento de óleo de palma

  • Empresa desafia fornecedores a agirem mais rapidamente no combate ao desmatamento e pede monitoramento das plantações e concessões
  • Doze fornecedores de óleo de palma já foram excluídos da cadeia de suprimentos da companhia por conta de violações detectadas

São Paulo, 13 de novembro de 2018 –– A Mondelēz International reforçou o pedido para que fornecedores de óleo de palma se comprometam com a meta da empresa de ter uma cadeia de fornecimento totalmente sustentável e transparente. Desde 2010, a companhia trabalha para difundir a importância de sustentabilidade e da transparência no setor.

“A Mondelēz International está totalmente comprometida em impulsionar a mudança no setor de óleo de palma e o corte dos fornecedores reflete esse compromisso”, afirma Jonathan Horrell, diretor global de Sustentabilidade da Mondelēz International. “Sabemos que o desafio é complexo e demanda o envolvimento de todos os componentes da cadeia, como produtores, fornecedores, compradores, governos locais, nacionais e organizações não-governamentais. Continuamos em busca de iniciativas já existentes e novas que visam impulsionar mudanças efetivas nas comunidades que cultivam o óleo de palma”.

Nos últimos anos, a Mondelēz International elevou continuamente o nível de exigência e obteve importantes progressos ao implementar políticas de sustentabilidade e melhora na rastreabilidade. Ainda assim, há muito a ser feito para mitigar o desmatamento na cadeia de fornecimento do óleo de palma para atingir a meta de total sustentabilidade e transparência, o que demanda uma ação urgente para melhorar o desempenho e fornecer benefícios para comunidades, meio ambiente e economia dos países produtores.

A Mondelēz International convoca seus fornecedores a se comprometerem com o mapeamento das concessões de óleo de palma e a agirem mais rapidamente para eliminar o desmatamento em sua cadeia de suprimento de óleo de palma. O mapeamento é um passo vital para prestação de contas e a mudança permite que a empresa e seus fornecedores identifiquem e se concentrem nas áreas de maior risco de desmatamento.

 

COMPARTILHAR