No Pará, estruturação de parque vai incentivar o turismo cultural

São 45 sítios arqueológicos, rios, florestas, montanhas e cavernas que fazem parte do Parque Estadual Monte Alegre (PEMA), localizado no município de Monte Alegre, região do Baixo Amazonas, estado do Pará. A partir do próximo dia 19, parte desse rico patrimônio natural e cultural vai contar com uma ampla estrutura que permitirá a recepção confortável visitantes.

As obras, que tiveram início em 2017, somam aproximadamente R$ 3,4 milhões de reais investidos por um convênio entre a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) – cerca de R$ 1,7 milhões – e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) – mais de R$ 1,6 milhões. Serão disponibilizadas ao público estrutura de entrada para recepção de turistas, centro de visitação, trilha e estruturas para contemplação de sítios arqueológicos, estacionamento, além da elaboração e divulgação de diversos produtos relacionados à arte rupestre, principal Patrimônio Cultural do Parque. 

Os sítios arqueológicos são alguns dos principais atrativos turísticos do Parque porque guardam os primeiros resquícios da passagem dos seres humanos pela Amazônia: são pinturas rupestres que remontam a mais de 11 mil anos, além de vestígios cerâmicos que foram encontrados em escavações. Dois dos principais sítios arqueológicos – a Serra da Lua e a Pedra do Mirante – estão no circuito do Complexo de Musealização. “Além desses dois sítios arqueológicos, que são os principais, outros quatro sítios também serão abertos para visitação. Os outros sítios do Parque, por conta da fragilidade dos resquícios e das necessidades de conservação, são restritos a pesquisadores com autorização”, explica Andreia Dantas, servidora do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio).

O superintendente do Iphan-PA, Cyro Lins, afirma que em 2019 será realizado também um amplo programa de educação patrimonial e socialização dos sítios arqueológicos Serra da Lua e Pedra do Mirante, com recursos do Fundo Nacional de Direitos Difusos, em parceria com o Museu Paraense Emílio Goeldi. “As ações têm o objetivo de despertar nos visitantes, assim como na comunidade que vive nos entornos do Parque, um sentimento de respeito, pertencimento e responsabilidade em relação ao patrimônio arqueológico que ali se encontra”, explica.

Serviço:

Inauguração do Complexo de Musealização do Parque Estadual Monte Alegre

Data: 19 de dezembro de 2019, às 10h

Local: Zona Rural de Monte Alegre, no Baixo Amazonas, Pará.