Presidente do Fed indica aumento de juros diante da solidez da economia dos EUA

Presidente do FED está otimista em relação à economia americana – Kevin Lamarque / Reuters

WASHINGTON – A economia dos EUA continua forte e a força do mercado de trabalho exige um aumento gradual das taxas de juros, apesar da inflação moderada, disse a presidente do FED, Janet Yellen, neste domingo.

“Vamos prestar muita atenção nos dados da inflação nos próximos meses”, disse Yellen em um seminário bancário internacional em Washington. “O meu melhor palpite é que essas leituras leves não persistirão”.

Yellen também disse que espera que a economia dos EUA se recupere logo ao longo do segundo semestre, Além disso, afirmou que o impacto dos recentes furacões na economia deve ser temporário.

O banco central dos EUA votou em manter as taxas de juros constantes em sua última reunião política de setembro. Desde então, Yellen reconheceu algumas vezes a crescente incerteza no caminho da inflação.

Minutas da reunião, divulgadas na última quarta-feira, mostraram que os responsáveis políticos tomaram um amplo debate sobre a baixa inflação e o impacto sobre as taxas de juros.

No entanto, Yellen e alguns outros líderes políticos também mostraram que esperam continuar a aumentar gradualmente as taxas de juros, dada a força da economia e o aperto contínuo do mercado de trabalho.

Em seu discurso, Yellen disse que os ganhos salariais mais recentes mostrados no relatório de trabalho de setembro são encorajadores e que ela esperava que o banco central elevasse ainda mais as taxas de juros.

“Esperamos que a força contínua da recuperação garantirá aumentos graduais dessa taxa para manter um mercado de trabalho saudável e estabilizar a inflação em torno de nosso objetivo de 2%”.

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM

Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.
Email inválido. {{mensagemErro}}

OGlobo