Programa Saving Brains financiará projetos que estimulem o desenvolvimento infantil

O programa Saving Brains abriu inscrições para selecionar ideias ousadas para produtos, serviços e modelos de implementação que protejam e cuidem do desenvolvimento inicial do cérebro. Os interessados devem submeter suas propostas até as 16h do dia 29 de julho.

Esta é a quinta edição do Saving Brains, uma parceria entre o Grand Challenges Canada, a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, a Fundação Aga Khan Canada, a Fundação Bernard van Leer, a Fundação Bill & Melinda Gates, a Fundação ELMA, o Grand Challenges Etiópia, a Fundação Palix, a Fundação UBS Optimus e o World Vision Canada.

As propostas a serem implementadas no Brasil devem ter como proponente uma instituição brasileira e os líderes do projeto devem estar vinculados de maneira direta a uma instituição brasileira.

Serão aceitas propostas que tratem dos principais fatores de risco ao desenvolvimento da criança nos primeiros mil dias de vida, nas seguintes áreas: desnutrição; interação e/ou socialização inadequadas; aprendizagem e/ou estimulação inadequadas; negligência e violência; exposição a contaminantes e poluentes; saúde materna; deficiências sensoriais e estresse tóxico.

Os projetos podem sugerir o desenvolvimento de produtos e serviços ou ainda a implementação de modelos financeiros e de negócios. As propostas devem demonstrar de forma clara as variáveis econômicas e as estratégias de divulgação de resultados. Também devem ter potencial para atuação em larga escala e de forma sustentável.

Os trabalhos selecionados receberão aporte financeiro de até 250 mil dólares canadenses a serem utilizados em até 24 meses.

O edital está publicado em: http://www.fmcsv.org.br/pt-br/acervo-digital/Paginas/Edital-2016-Saving-Brains.aspx.

Para mais informações sobre o programa acesse: http://www.fmcsv.org.br/pt-br/noticias-e-eventos/Paginas/Novo-edital-saving-brains-para-projetos-de-inova%C3%A7%C3%A3o-em-primeira-inf%C3%A2ncia.aspx.

COMPARTILHAR