Brasil atinge 10 GW de potência instalada em Geração Distribuída

A Geração Distribuída vem ganhando cada vez mais força e cresce em ritmo acelerado no primeiro trimestre de 2022. Ao atingir a marca de 10 GW de potência instalada nessa terça-feira, 29 de março, o país passou de 9 GW para o patamar atual em 67 dias.

A Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD) estima que o País deverá ultrapassar a marca de 15 GW ao fim de 2022. Para Guilherme Chrispim, presidente da Associação, o setor está no ano da corrida ao sol. Com a novo marco legal, há uma antecipação de projetos para garantir um melhor resultado do investimento na geração própria de energia até 2045, já que a lei prevê esse benefício para quem ingressar no sistema de compensação até 6 de janeiro de 2023.

(Divulgação: ABGD)

A ABGD informou que com mais de 1,17 milhão de conexões totais, a geração distribuída nacional está dividida entre as classes de consumo residencial (43,6%), comercial (33,2%), rural (13,9%) e industrial (7,9%). Entre as fontes dos sistemas de mini e microgeração de eletricidade, a energia solar é a mais presente no País, representando 97,7% do total; seguida por termoelétrica (1,2%), Central Geradora Hidrelétrica – CGH (0,87%) e eólica (0,18%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui