CEBDS anuncia vencedoras do concurso de fotos #sustentavel2018

Imagem ganhadora, de autoria de Marcelo Fonseca, retrata o Museu do Amanhã, projeto sustentável com captação de energia solar e uso de águas geladas para o sistema de resfriamento.

Foram mais de duas mil imagens de todas as regiões do país e após uma acirrada corrida pelos votos nas redes sociais, que superou as 7 mi curtidas orgânicas exigidas pelo concurso, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) revelou, durante o Congresso Sustentável 2018, a imagem vencedora do concurso de fotos #sustentavel2018. Com mais de 1.800 votos, sagrou-se campeã a imagem que retrata um dos novos marcos do Rio de Janeiro: o Museu do Amanhã, de autoria de Marcelo Fonseca. O concurso ainda premiará o segundo lugar, prêmio conquistado pelo jovem Gabriel Cosenza, do Rio de Janeiro, e o terceiro lugar, de João Silveira Santos, do Ceará.

Idealizado com o objetivo de divulgar a sustentabilidade, apoiada nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU, o concurso #sustentavel2018 mobilizou as redes sociais em duas etapas. Primeiro, no Instragram, o CEBDS estimulou a postagem de imagens respondendo a pergunta “o que é sustentável para você?”, marcando a foto com a hashtag #sustentavel2018. Ao longo do mês de agosto foram escolhidas 31 imagens, uma por dia. No dia 1º de setembro, abertura da votação popular, foi divulgada a 32ª imagem, escolhida pelo Conselho Curador. As fotografias foram então submetidas a votação popular na página do CEBDS no Facebook, e reuniram mais de cinco mil votos.

“O concurso é uma maneira lúdica de levantar a discussão sobre sustentabilidade com capacidade de atingir um público maior. É de extrema importância difundir a noção de que sustentabilidade é mais do que meio ambiente. É sobre reduzir as desigualdades, sobre energia renovável e, principalmente, sobre pessoas”, defende a presidente do CEBDS, Marina Grossi.

As imagens retratam facetas importantes da sustentabilidade, como estímulo a meios de transporte menos poluentes, cuidados com meio ambiente, cidades mais amigáveis à população e negócios mais resilientes. E toda essa mensagem, passada com beleza e técnica.

“Foram imagens recebidas de todo o país, de jovens e adultos, homens e mulheres. O concurso foi retrato da diversidade que a sustentabilidade prega e levantou temas necessários ao debate da população. Foi uma ação que certamente marcou os participantes e as pessoas que interagiram durante o concurso”, acredita Marina.

COMPARTILHAR