Cientistas da USP recrutam voluntários para estudo sobre suscetibilidade ao câncer

Pesquisadores brasileiros recrutam 15 mil moradores de Ribeirão Preto para um estudo sobre suscetibilidade ao câncer, ou seja, que visa identificar maior ou menor risco de desenvolver a doença.

A pesquisa integra o Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) e é realizada pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), pelo Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, pela Fundação de Amparo ao Ensino, Pesquisa e Assistência (Faepa) e pela Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto.

Estão sendo recrutados pacientes maiores de 18 anos, que são acompanhados pelas Equipes de Saúde da Família no Distrito Oeste de Ribeirão Preto para coleta de sangue.

Com o material, será feita a genotipagem do DNA para entender a soma dos fatores hereditários, que são chamados de escore poligênico. Dessa forma, a pesquisa poderá impactar na prevenção de precisão, fazendo a prevenção específica para cada pessoa, de acordo com suas características genéticas. Outro destaque do trabalho é que os resultados permitirão ter dados genéticos de uma amostragem da população brasileira.

Os interessados em participar como voluntários podem entrar em contato pelo site do projeto, onde é possível também fazer login e obter mais informações, ou pelos telefones (16) 3602-2612 e (16) 3602-2843.

* Com informações da Assessoria de Imprensa do Centro de Terapia Celular (CTC), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP sediado na FMRP-USP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui