Como você pode evitar o risco de ter Alzheimer: 5 dicas para o seu dia a dia

Há anos, muitos especialistas e pesquisadores vem estudando quais são as causas e também as curas para o Alzheimer. De lá para cá diversos avanços foram feitos, mas ainda não há respostas concretas, o que é possível são hábitos diários para evitar o risco de ter Alzheimer, sabe-se que a doença é genética, mas que fatores externos tem um alto poder para colaborar com o seu surgimento e desenvolvimento.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que mais ou menos 25 milhões de pessoas possuem Alzheimer no planeta. E que nos próximos anos, este número poderá duplicar. Ou seja, é preciso ficar atento aos cuidados necessários para você ser saudável e manter o seu cérebro sempre ativo. Abaixo mostramos 5 dicas.

1.Ter uma prática de leitura e de escrita diária

Uma das melhores formas de prevenir o Alzheimer é ter uma prática diária de leitura e de escrita, a qual não precisa ser altamente extensa, mas não perder o hábito de ler uma notícia ou de escrever uma lista de supermercado, por exemplo. O ideal seria fazer essas duas atividades sem o celular e pegar o jornal ou a revista, como também o papel e a caneta.

2. Pensar positivamente

O stress, ansiedade e depressão produzem diversos hormônios indesejáveis para o cérebro, por isso é muito importante pensar positivamente, de forma a ter um cérebro mais saudável, para isso: escreva por dia 3 coisas pelo o que se é agradecido, pense em afirmações positivas sobre cada uma das áreas de sua vida, e tente sempre acreditar  que tudo vai dar certo e que vai ficar tudo bem.

3. Ter uma boa alimentação e uma boa prática de exercícios

Quanto mais saudável forem seus hábitos com o seu corpo, mais saudável seu cérebro vai ser, por isso se esforce para ter uma alimentação equilibrada, e invista em alimentos que ajudem a manter o cérebro saudável, tais como: verduras escuras, azeite, peixes, vinho tinto de boa qualidade. Movimento também te ajuda a melhorar o cérebro, por isso é preciso praticar exercícios, nem que seja uma caminhada de meia hora por dia.

4. Manter uma agenda de compromisso

O Alzheimer tende aparecer em pessoas que já se aposentaram ou pararam de trabalhar, isso porque é mais fácil nessa fase despreocupa-se com datas e horários, mas ter uma agenda de compromissos, por mais simples que seja, tal como ir pagar uma conta, fazer uma compra no mercado, ou colocar gasolina no carro, é um passo para a sanidade mental. Em países como França e Holanda, foram criadas vilas nas quais as pessoas com Alzheimer possam viver normalmente, indo a lojas, por exemplo e esses pequenos hábitos ajudaram a melhorar a qualidade de vida delas, desacelerando os efeitos negativos da doença.

5. Dormir com qualidade por no mínimo 6 horas de sono

Por fim é preciso investir em boas noites de sono. O sono é muito importante para a restauração do cérebro, dessa maneira, o ideal é dormir 8 horas por noite para evitar qualquer desequilíbrio ou danos às funções cerebrais, mas se não for possível durma por pelo menos 6 horas por noite.

De uma maneira geral, para evitar o risco de ter Alzheimer é preciso colocar a saúde do cérebro em primeiro lugar, tendo hábitos que o ajude a se manter saudável e ativo.

COMPARTILHAR