Cooperativas de Porto Trombetas recebem visita do Sistema OCB-PA

Por: paracooperativo.coop.br

 

Foi com a satisfação de reencontrar amigos que as cooperativas Coopbarcos, Cooperboa e Coopermoura receberam o superintendente do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Pará (Sistema OCB-PA), Júnior Serra, e o novo representante do ramo Crédito, José Melo da Rocha na última sexta (28/09) em Porto Trombetas, distrito do município de Oriximiná, região oeste do Pará.

 

Júnior Serra aproveitou para apresentar às cooperativas ao José Melo da Rocha, ou Dr. Melo, como é mais conhecido em virtude da atuação junto ao Ministério Público do Estado do Pará, que passou a integrar o quadro de representantes de ramo do Sistema OCB-PA de 2018 a 2022. Dr. Melo é presidente e fundador da Sicoob COIMPPA, uma das cooperativas de crédito mais tradicionais do Estado. “É muito importante ver de perto a realidade de cada local, o trabalho e as particularidades que nos unem em cooperação. Ver o trabalho singular da Cooperbarcos e a diferença que a Coopboa e a Coopermoura fazem nas comunidades em que atuam”, enfatizou Dr. Melo.

 

A Coopbarcos é um a cooperativa do ramo transporte, que atua há 19 anos com transporte marítimo de pessoas. Possui 20 cooperados e é a única do segmento a realizar esse tipo de transporte no Pará. “Todo os nossos investimentos e patrimônio foram realizados com recursos próprios. O nosso quadro de cooperados é especializado e a cooperativa mantém um ritmo de expansão continuo. Agora mesmo, precisamos adquirir mais 3 motores para atender a um novo contrato”, explicou a presidente da Coopbarcos, Rai Santos.

 

No ramo Trabalho, destaque para as cooperativas Coopboa e Coopermoura, que tem como principais clientes a empresa Mineração Rio do Norte. “Passamos por um processo de profissionalização da gestão. O Sistema OCB-PA nos ajudou nesse progresso nos esclarecendo sobre como fazer, como perceber onde precisávamos ajustar. Ajustamos. Hoje, a nossa realidade é bem diferente e para melhor. A nossa comunidade tem a Cooperboa com um alicerce de segurança em que sabe que pode contar. O ticket médio de cada cooperado de R$1.200,00 quando a média do mercado é de R$954,00”, disse a administradora de contratos da Cooperboa, Deni Mara Pereira.

 

A Cooperboa atua há 22 anos e possui 158 cooperados ativos da comunidade de Boa Vista, região de Oriximiná. É uma cooperativa que presta serviços de roçagem, jardinagem, limpeza e etc. A escolaridade média dos cooperados é de ensino fundamental. Foi destaque em 2o lugar em um prêmio da Mineração Rio do Norte por manter padrões de excelência no uso na prestação de serviços.

 

Em primeiro lugar ficou a cooperativa Coopermoura, que atende à Comunidade de Moura há 8 anos, também da região de Oriximiná, com 70 cooperados ativos. “Para nós é um reconhecimento ao cooperativismo porque não é fácil concorrer com as empresas tradicionais. O mercado exige especialização constante e nós trabalhamos muito para isso”, concluiu o presidente da Coopermoura, Clóvis Silva de Almeida.

 

“As cooperativas de Porto Trombetas são referência para o Sistema OCB-PA no que tange a profissionalização da gestão, nos processos e no posicionamento de mercado. Para nós, é uma grande satisfação poder estar com elas em todo esse longo processo de amadurecimento”, finalizou Júnior Serra.

Por: engenhariae.com.br

COMPARTILHAR