Mais de 65,5 milhões de pessoas trabalham no setor com foco em proteção de passageiros, tripulações e transporte de vacinas; tema é “Promovendo a Inovação para o Desenvolvimento da Aviação Global”.

Este 7 de dezembro é o Dia Internacional da Aviação Civil. Na data, as Nações Unidas promovem a consciência sobre a importância do setor para o desenvolvimento socioeconômico.

A Organização Internacional da Aviação Civil, Icao, comemora 75 anos de fundação ressaltando o transporte de mais de 4 bilhões de passageiros por ano. O número equivale a mais da metade de toda a população mundial.

Inovação

Até 2023, o tema escolhido para a celebração é Promovendo a Inovação para o Desenvolvimento da Aviação Global, refletindo a escolha feita a cada cinco anos.

O transporte aéreo global emprega 65,5 milhões de pessoas e gera US$ 2,7 trilhões na atividade econômica envolvendo uma força de trabalho acima de 10 milhões de pessoas.Para o pós-pandemia a aposta da Icao é a inovação

Para o pós-pandemia a aposta da Icao é a inovação

Em média, estes funcionários ajudam a operar 120 mil voos diários e 12 milhões de passageiros a diferentes destinos.

O setor tem influência no fluxo e nos empregos na área do turismo com pelo menos 3,6% movimentados na atividade econômica global, segundo o Grupo de Ação de Transporte Aéreo.

Pandemia

A Icao apoia a cooperação e promove a rapidez no trânsito global. Em tempos da pandemia, a agência ressalta que a inovação e prudência têm apoiado os países na resposta e recuperação.  

Graças a ajustes especiais feitos nos padrões globais de aviação foram mantidas as operações vitais e alocados os recursos e ferramentas de monitoramento para a eficácia do transporte aéreo.

Entre os resultados dessas ações estão o funcionamento de cadeias de suprimento de carga aérea essenciais, a facilitação da prestação de serviços humanitários e de repatriação para reunir famílias.

A Icao ressalta que tem atuado na proteção de passageiros e das tripulações e o transporte de vacinas e outros bens perecíveis e de alto valor.

Conectividade

Para o pós-pandemia a aposta é a inovação com “a chegada e avanços em aeronaves autônomas, energia renovável e fontes de propulsão, voo suborbitais, inteligência artificial, macro dados, tecnologia blockchain e outros”.

Na década final de implementação da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável, a agência ressalta a importância da aviação como um motor de conectividade global que nunca foi tão relevante.

Uma das principais referências de atuação da Icao são os objetivos da Convenção de Chicago prevendo olhar para a aviação internacional “como um facilitador fundamental da paz e prosperidade globais”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui