Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin

Em Catalunha, na Espanha, um fazendeiro está usando excrementos de animais para minerar bitcoin de forma ecologicamente correta. A mineração de criptomoedas requer grandes data centers com alto consumo de energia ligados 24/7, assim, a empresa encontrou uma forma duplamente verde de minerar a moeda digital.

O processo elimina os excrementos deixados pelos porcos na fazenda, que são poluentes, e depois os convertem em energia limpa que é usada para minerar Bitcoin.

Green Data Chain, empresa por trás do projeto, consegue aproveitar os excrementos de uma fazenda de animais para produzir Bitcoin de maneira ecológica, de acordo com uma reportagem da RTVE.

Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE
Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE

 

Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE
Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE

 

Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE
Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE

A empresa diz ter 16 equipamentos de mineração trabalhando dia e noite com a energia gerada do biogás dos excrementos de animais como porcos, o que lhes permite minerar Bitcoin.

O CEO da Green Data Chain, Jesús Royo , disse que o fato de gerar a própria energia a partir de resíduos que era um problema, também permite entender como a mineração pode ser feita na Espanha de maneira sustentável”.

Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE
Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE

 

Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE
Fazendeiro usa cocô de porco para minerar Bitcoin. Imagem RTVE

 

Energia verde

Muitos fazendeiros geram eletricidade por meios verdes e a vendem de volta à Rede Nacional. Mas cada vez mais eles estão descobrindo que podem ganhar dez vezes mais usando a energia para minerar criptomoedas.

Usando uma fonte de energia 100% verde e neutra em carbono, como o esterco, os agricultores podem ganhar dinheiro extra para ajudar nas fazendas.

No Reino Unido, por exemplo, outro fazendeiro está minerando criptomoedas com bioenergia, mas diferente do fazendeiro da Espanha, ele usa esterco de vaca para minerar Ethereum.

Os proprietários da fazenda dizem que um único local hospeda 40 equipamentos de mineração que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. Eles são alimentados por máquinas que transformam esterco de vaca em energia renovável.

Os agricultores que têm fontes de energia renováveis, como solar, hidrelétrica, eólica ou digestão anaeróbica, podem vender sua energia para a Rede Nacional. No entanto, eles estão ganhando dez vezes maiscom a mineração.

Os mineradores estão focados no Ethereum porque é possível minerar com placas de vídeo e o processo exige menos poder computacional que a mineração de Bitcoin.

Com as criptomoedas ficando cada vez mais populares, fica claro que fontes de energia renovável como essas ganharão cada vez mais adeptos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui