Pagamento do Enem pode ser efetuado até sexta-feira (27)

São Paulo - Fechamento dos portões no primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem, na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Os inscritos não isentos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 têm até sexta-feira, 27 de maio, para realizar o pagamento da taxa de inscrição do exame. O valor cobrado é de R$ 85 reais e pode ser pago por meio de boleto, cartão de crédito ou pix. Vale ressaltar que, após escolher o método de pagamento, o participante não poderá alterar a opção. Para selecionar a forma de pagamento, o estudante deve acessar a Página do Participante com login e senha únicos, selecionar a aba “Pagamentos/Isenção” e escolher a opção que julgar mais adequada.

Aqueles que optarem pelo pagamento da taxa por meio do PIX poderão realizar a operação financeira por QR code ou código gerado na Página. Já o pagamento pelo cartão crédito será efetuado mediante prestador de pagamento (Mercado Pago ou PicPay) e terá cobrança de taxa administrativa no valor de R$ 2,54 (2,99%), por parte das operadoras.

O Inep recebe o valor da taxa de inscrição à vista (R$ 85), em uma única parcela. O pagamento via cartão de crédito poderá ser parcelado, pois é uma opção gerenciada pelas prestadoras de serviço que realizam o repasse do valor. A  operação será feita mediante prestador de pagamento e há incidência dos juros cobrados pelas financeiras.

Já o pagamento do boleto pode ser efetuado em qualquer banco, casa lotérica ou aplicativos bancários. A inscrição dos participantes não isentos no Enem 2022 só será concretizada mediante confirmação do pagamento da taxa.

A estudante Karolina Peres, tem 25 anos e mora em Taguatinga – DF. Ela irá prestar o Enem neste ano. Karolina avalia que a taxa de inscrição cobrada está muito alta comparada à dos anos anteriores. “Fiz a inscrição para o Enem desse ano e o valor cobrado é bastante injusto, por ser muito alto, nem todo mundo tem condições de pagar”, completa a estudante.

Enem 

O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. O programa se tornou a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (ProUni).

Catarina de Almeida é professora na UNB e explica a importância do Enem e dos estudantes não perderem o prazo de pagamento da taxa de inscrição para realizar o exame. “A forma de ingresso na educação superior utilizada majoritariamente pelas instituições públicas e privadas tem sido por meio do Enem. O exame se tornou a forma mais democrática, pois o estudante faz a prova e pode utilizar essa nota em diferentes instituições. É importante que os alunos que se inscreveram  não percam as datas de pagamento” , explica a professora de Políticas Educacionais.

As instituições  públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são usados como critério único ou complementar dos processos seletivos e como parâmetro para acesso aos auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).