Por que é que algumas pessoas nunca tiveram e nunca terão Covid-19?

Após dois anos de pandemia, algumas pessoas continuam sem ter sido infetadas pela Covid-19. Há quem atribua isso à sorte ou à adoção de medidas de prevenção, mas, segundo o imunologista do o CNRS Noushin Mossadegh Keller, certas predisposições genéticas podem contribuir para limitar o risco de infecção.

“A produção de uma determinada célula imunitária permite a quem a possui, combater melhor a Covid”, explica o médico à Europe1. “Essa célula evita, em alguns casos, a contaminação com o vírus”. Já outras pessoas têm “uma mutação no genoma que remove o vírus do sistema imunológico”, acrescenta.

Um estudo publicado na revista Nature veio demonstrar que os familiares de pacientes com Covid que não foram infectados tinham um maior número de células T, que são desenvolvidas depois de uma simples constipação ou infeções com outros coronavírus.

Alguns estudos também concluem que quem pertence ao grupo sanguíneo 0 tem menos probabilidade de contrair o vírus. De acordo com o Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, as publicações científicas têm apontado para uma redução do risco para pessoas do grupo sanguíneo O, mesmo que essa redução permaneça relativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui