TOMRA Recycling assina e celebra parceria com a GM&C, o maior processador de resíduos eletrônicos da América Latina

A TOMRA Recycling Brasil assinou recentemente um acordo de parceria com a GM&C, o maior processador de resíduos eletrônicos do Brasil. O acordo tem especial relevância, dado que se trata de uma linha inédita para valorização de resíduos eletrônicos com foco na seperação de metais.

A união foi celebrada entre três partes: GM&C, a maior empresa de soluções em logística reversa e reciclagem da América Latina, a TOMRA Recycling, a maior produtora de sistemas de separação ótica do mundo e o Grupo Fragmaq, o maior fabricante de trituradores e soluções para resíduos do país.

A GM&C, localizada em São Jose dos Campos, conta com 19 anos de experiência no mercado de logística reversa e reciclagem de produtos eletroeletrônicos. Com um foco constante em pesquisa, inovação e tecnologia para separação de metais, a empresa é a maior da América Latina em capacidade de processamento, bem como, em tecnologias de ponta na separação de metais. No ano de 2018, a GM&C chegou ao número de 20 mil toneladas de eletrônicos coletados e processados em todo o Brasil, liderado pelo Sudeste com 68% deste volume, seguido do Sul e demais regiões. O produto recuperado é reciclado e retorna para a cadeia, impulsionando a Economia Circular.

Esta linha inédita contará com o equipamento FINDER da TOMRA Recycling. Este equipamento é especializado em separar eficientemente frações de metais de alta pureza, até mesmo das frações mais difíceis em termos de composição, granulometria, mistura de resíduos e fluxos de metais.

Com a revolucionária tecnologia de processamento de imagens SUPPIXX® da TOMRA, os clientes se beneficiam de um nível excepcional de resolução, possibilitando identificar partículas finas com ótima precisão e, posteriormente, separá-las com um alto grau de pureza. Com detecção recorrência na esteira, o SUPIXX® garante que os operadores de usina tenham alta capacidade e resultado de qualidade superior constante. Flexibilidade modular e Reconhecimento inteligente de objetos (IOR) significa que o FINDER pode ser adaptado em várias aplicações dentro dos segmentos de recuperação de metais, inclusive recuperação de cabos e fios e seleção de aço-inox, assim como a reciclagem de polímeros, incluindo a separação de PS/ABS/PE/PP entre outros.

Para Carina Arita, Diretora Comercial da TOMRA Brasil, “é uma alegria firmar essa parceria com a GM&C pela relevância que eles tem no mercado, além da oportunidade de estabelecer a nossa primeira referência de seleção por sensores aplicada ao tratamento de resíduos eletroeletrônicos no Brasil. Essa que é uma aplicação consolidada na Europa e Estados Unidos, mas ainda não tínhamos no Brasil”.

Por seu lado, Marcelo Oliveira, CEO da GM&C, segue a mesma linha de pensamento: “estamos muitos felizes com esta parceria pois é sabido pelo mercado mundial sobre a qualidade do produto que a TOMRA oferece e como agrega valor”. O responsável vai mais longe e explica: “está no nosso DNA a utilização de tecnologias de ponta na seperação de metais e nos últimos anos estamos focados na valorização de resíduos e entendemos que estas tecnologias nos darão mais condições de negociar com nossos parceiros finais que transformam a matéria prima em produtos”.

Já Hélio Júnior, Diretor da FRAGMAQ, fala naquilo que já é uma parceria de sucesso. “A GM&C oferecerá ainda mais a possibilidade para que de fato seus clientes possam praticar a economia circular. Investir em novas tecnologias reforça o compromisso da GM&C com a agenda ESG. O Diretor da FRAGMAQ reforça ainda o impacto que a tecnologia da TOMRA vai ter no dia-a-dia: “utilizando os equipamentos TOMRA em seu processo a GM&C contribuirá ainda mais para que de fato a economia circular aconteça já que terá um nível de separação ainda maior e uma significativa redução dos rejeitos de processo.

O mercado de equipamentos eletrônicos tem crescido a uma velocidade bastante alta e o mercado brasileiro não é exceção. Para Carina Arita, este é um mercado que faltava ser desenvolvido pela TOMRA no Brasil. “A TOMRA é líder no mercado brasileiro nos segmentos de reciclagem de resíduos e de plásticos, e faltava avançar no segmento de resíduos eletrônicos. O principal benefício é a valorização dos metais e dos plásticos contidos nesse fluxo de resíduo, sendo realizada de forma eficiente, com alta capacidade de processamento e alta qualidade de produtos, e portanto promovendo economia circular, ganho de escala e fluidez no processo”.

Sobre a TOMRA Recycling

A TOMRA Recycling desenvolve e fabrica tecnologias de seleção baseadas em sensores para a indústria global de reciclagem e gerenciamento de resíduos. Cerca de 7.400 sistemas foram instalados em mais de 100 países em todo o mundo.

Responsável pelo desenvolvimento do primeiro sensor infravermelho próximo (NIR) de alta capacidade do mundo para aplicações de seleção de resíduos, a TOMRA Recycling continua sendo pioneira no setor, dedicando-se a recuperar frações de alta pureza que maximizam tanto a rentabilidade quanto o lucro.

A TOMRA Recycling faz parte da TOMRA Sorting Solutions, que também desenvolve sistemas baseados em sensores para selecionar, descascar e processar análises para a indústria alimentícia, de mineração e outras. A TOMRA Sorting pertence à empresa norueguesa TOMRA Systems ASA, que está listada na Bolsa de Valores de Oslo. Fundada em 1972, a TOMRA Systems ASA tem um volume de negócios de cerca de 995 milhões de euros e emprega mais de 4.300 pessoas globalmente.

Para mais informações sobre a TOMRA Recycling visite https://www.tomra.com/pt/sorting/recycling ou siga-nos no LinkedInTwitter ou Facebook.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui