Notícia divulgada pela Bloomberg diz que a mineradora Anglo American e a Vale estariam em negociações visando ao aproveitamento do depósito de minério de ferro Serpentina, contíguo ao Minas-Rio

Em resposta à notícia divulgada pela Bloomberg, de que a Vale estaria em conversas para uma parceria no projeto Minas-Rio, a Anglo American confirmou que existem negociações visando ao aproveitamento do depósito de minério de ferro Serpentina, contíguo ao Minas-Rio. 

A companhia esclarece, no entanto, que as conversações sobre o desenvolvimento conjunto do depósito ainda se encontram em estágio preliminar. 

“Não há certeza de que um acordo será alcançado nem sobre os termos do mesmo”, informa a Anglo American. A Vale também divulgou comunicado confirmando as conversas e reiterando que nada existe ainda de concreto. 

O projeto Serra da Serpentina, cuja viabilidade de aproveitamento estava sendo desenvolvida pela Vale, visa a lavra de itabiritos de alto teor ao sul do município de Conceição do Mato Dentro, onde está concentrado o projeto Minas-Rio, da Anglo American. 

Como as reservas estão contíguas às da Serra do Sapo, que estão sendo lavradas pela Anglo American, uma parceria faz todo o sentido, já que a Vale poderia explorar sinergias com as instalações já existentes, reduzindo o investimento. 

Uma das alternativas que vinha sendo estudada pela Vale era o transporte do minério por mineroduto até as instalações de beneficiamento em Itabira, distante 150 km da jazida. A Vale possui direitos minerários numa área de 318 quilômetros quadrados nos municípios de Conceição do Mato Dentro, Santo Antônio do Rio Abaixo e Morro do Pilar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui