Brasil vai transferir tecnologia de monitoramento para países amazônicos, anuncia ministra Luciana Santos

A ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, anunciou neste sábado (5/8), em Belém (PA), que o Brasil vai transferir tecnologia de monitoramento por satélite para os países da Organização do Tratado de Cooperação da Amazônia (OTCA). Durante entrevista no Diálogos Amazônicos, ela explicou que a cooperação científica inclui a capacitação de pesquisadores e especialistas dos países da Amazônia para a implementação de programas de monitoramento do bioma em seus territórios. A capacitação será feita pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), unidade de pesquisa do MCTI, que monitora o desmatamento da floresta através de imagens de satélite de observação da Terra.

“Todos sabem que o Inpe é referência global no monitoramento dos biomas brasileiros, em especial, da Amazônia. É essa competência que nos coloca como potência científica na América Latina e como importante elo na construção das relações internacionais do Brasil”, disse a ministra.

Luciana Santos acrescentou que o MCTI também quer incluir os países da OTCA na rede de modelagem climática liderada pelo Inpe e que envolve diversos órgãos federais. Com essa ampliação, os países amazônicos terão acesso, de forma rotineira, às previsões numéricas geradas pelo Inpe em diversas escalas. Além disso, com esse sistema, os países poderão alcançar o estado-da-arte em previsão da atmosfera e oceanos.

“O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação é a favor da ciência aberta e da transferência de tecnologia entre os países para ampliar o acesso da população aos benefícios da ciência e melhor a vida das pessoas”, defendeu a ministra.

Edição Atual

Assine nossa newsletter diária

Noticias Relacinadas