Cooperativas do sistema OCB estiveram no lançamento do B20 Brasil

Em 29 de janeiro, o Sistema OCB fez-se presente, representando a ICA, no evento inaugural do Business 20 (B20), organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), no Rio de Janeiro. O evento contou com a presença do vice-presidente brasileiro, Geraldo Alckmin.

O evento reuniu cerca de 300 líderes e representantes das 20 maiores economias globais. O propósito era dar início às ações de cooperação técnica lideradas pela Presidência brasileira no fórum empresarial do G20. Sob o tema “Crescimento inclusivo para um futuro responsável”, a presidência brasileira do G20 focará no combate à pobreza e na descarbonização do setor produtivo.

Foram lançadas mais de 100 reuniões técnicas e consultivas no evento. Esses intercâmbios são organizados em oito grupos de trabalho: sistemas alimentares e agricultura sustentável; transição energética e clima; comércio e investimento; emprego e educação; transformação digital; finanças e infraestrutura; mulheres, diversidade e inclusão nos negócios; e integridade e conformidade.

O Sistema OCB representará o movimento cooperativo internacional em quatro dessas oito forças-tarefa do B20: sistemas alimentares e agricultura sustentáveis; transição energética e clima; comércio e investimento; integridade e conformidade; emprego e educação. Os representantes das cooperativas buscam ampliar o reconhecimento das cooperativas como impulsionadoras do desenvolvimento sustentável, do crescimento econômico e da coesão social global.

“O Sistema OCB tem como objetivo construir um rascunho para incluir as cooperativas nas recomendações do G20, que será apresentado durante a Cúpula de Chefes de Estado e de Governo do G20, nos dias 17 e 18 de novembro”, declara João Marcos Silva Martins, Coordenador de Relações Internacionais da OCB.

Junto ao G20, o Sistema OCB busca elevar as cooperativas em organizações multilaterais, destacando o papel crucial que as cooperativas têm desempenhado no crescimento econômico e no desenvolvimento social do Brasil. Com essa estratégia, o Sistema OCB busca fortalecer o ecossistema cooperativo através da defesa de políticas públicas adequadas e do aprimoramento da capacitação das cooperativas em ações de mercado, especialmente aquelas ligadas aos princípios ESG.

O Sistema OCB tem ampliado seu relacionamento com os principais organismos multilaterais. Há mais de uma década, as cooperativas brasileiras realizam intercâmbios com cooperativas dos países do BRICS. O movimento cooperativo também tem atuado em parceria com a ONU em ações de cooperação técnica e transferência de conhecimento. Recentemente, o Sistema OCB também assumiu um papel de liderança na representação de cooperativas na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas COP 28.

As cooperativas também são convidadas a participar dos Grupos de Trabalho do C20. Os interessados em participar podem se inscrever aqui.

Sobre o G20 e B20 O G20 é a organização multilateral que reúne as 19 maiores economias do planeta, que representam mais de 80% do PIB mundial e um terço da população global. Durante 2024, o Brasil ocupará a presidência rotativa do G20, e a OCB terá a missão de representar o movimento cooperativo internacional nas discussões do G20.

Fundado em 1999, o G20 visa promover a integração econômica e financeira, bem como o desenvolvimento sustentável entre as principais economias do mundo. Atualmente, o G20 é composto por África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia e Turquia. A União Europeia e a União Africana também fazem parte do grupo.

Estabelecido em 2010, o Business 20 (B20) está entre os grupos de engajamento mais proeminentes do G20. Reúne o governo e a comunidade empresarial global. De forma rotativa, a Presidência do B20 é ocupada por uma organização do setor produtivo do país que detém a Presidência do G20. Este ano, a liderança e coordenação do B20 está nas mãos da Confederação Nacional da Indústria, CNI.

Edição Atual

Noticias Relacinadas