Inscrições Abertas para a 27ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

A 27ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) está com inscrições abertas. Estudantes de ensino fundamental e médio de todo o Brasil podem participar gratuitamente. Escolas que ainda não estão cadastradas ou que possuem inscrição inativa devem criar uma conta no site oficial. As inscrições podem ser feitas até o dia 1º de maio de 2024.

A OBA é composta por uma prova única, dividida em quatro níveis. O nível 1 é destinado a estudantes do 1º ao 3º ano do ensino fundamental, o nível 2 para estudantes do 4º ao 5º ano, o nível 3 para estudantes do 6º ao 9º ano e o nível 4 para estudantes do ensino médio. A prova presencial será realizada no dia 17 de maio e contará com dez questões, sendo sete de astronomia e três de astronáutica.

Os estudantes mais bem classificados no nível 4 serão convidados para participar de seletivas que escolherão os representantes do Brasil nas Olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA) e na Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA).

Preparação para a OBA

Os estudantes podem se preparar para a OBA estudando provas anteriores disponíveis no site oficial. Além disso, o embaixador da OBA, professor Ivys Urquiza, disponibilizará uma playlist especial no canal Física Total, no Youtube, com a resolução de diversas provas da OBA.

De acordo com o professor João Canalle, presidente e coordenador da OBA e astrônomo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), a edição de 2023 contou com a participação de quase 1,4 milhão de estudantes e foram distribuídas 50.619 medalhas nos quatro níveis.

Canalle afirma que as atividades e provas da OBA permitem atualizar professores e ensinar alunos de maneira lúdica e participativa. Ele acredita que o evento tem como missão tornar o aprendizado estimulante e gratificante, mostrando que o ensino começa na escola e ultrapassa as barreiras das salas de aula.

O astrônomo destaca que as olimpíadas científicas abrem portas para o ensino universitário. Algumas instituições de ensino superior estão oferecendo vagas e bolsas para medalhistas olímpicos, como o Centro Universitário Facens, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual Paulista (Unesp), Universidade Federal de Itajubá (Unifei); Instituto Federal do Sul de Minas Gerais, e Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), entre outras.

Organização da OBA

A OBA é realizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e conta com o apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), dos deputados federais Tabata Amaral, Janones, Vitor Lippi, do senador Marcos Pontes, da UERJ, e é patrocinada pela Universidade Paulista (UNIP), Centro Universitário Facens e BTG Pacutal.

Edição Atual

Assine nossa newsletter diária

Noticias Relacinadas