Amazon planeja investir US$ 150 bilhões em data centers

 

A gigante tecnológica Amazon (AMZO34) tem como objetivo investir cerca de US$ 150 bilhões nos próximos 15 anos para expandir sua infraestrutura de data centers. Esse investimento visa atender à crescente demanda por serviços digitais, incluindo aplicativos de inteligência artificial (IA) e outros itens digitais.

Enquanto a Amazon busca manter sua liderança no setor de serviços em nuvem, a empresa está determinada a demonstrar sua força. Atualmente, a Amazon detém quase o dobro da participação de mercado da Microsoft (MSFT34), que ocupa a segunda posição no setor, de acordo com o Valor Econômico.

A AWS (Amazon Web Services) enfrentou uma desaceleração significativa no ano passado, à medida que empresas clientes reduziram os gastos e adiaram projetos de modernização. No entanto, a Amazon está planejando um aumento nos gastos para 2024, visando garantir terrenos e infraestrutura elétrica para suas instalações de data centers, que consomem grande quantidade de energia.

“Estamos expandindo nossa capacidade de forma bastante significativa”, afirmou Kevin Miller, vice-presidente da Amazon Web Services e responsável pelos data centers da empresa. “Acredito que isso nos dará a capacidade de nos aproximar ainda mais dos clientes”, acrescentou.

Segundo relatos da Bloomberg, a empresa se comprometeu a gastar US$ 148 bilhões na construção e operação de centros de dados em todo o mundo. Além de expandir suas instalações nos distritos dos EUA, como norte da Virgínia e Oregon, a Amazon planeja estender sua presença para o Mississippi, Arábia Saudita e Malásia.

Esses planos de investimento superam os anunciados pela Microsoft e pelo Google (GOGL34), mesmo que estes últimos não tenham divulgado detalhes consistentes sobre seus gastos com data centers no mesmo nível que a Amazon.

Embora os custos de capital em data centers da Amazon Web Services tenham caído 2% em 2023, espera-se um aumento desses gastos este ano, conforme declarado pelo diretor financeiro da Amazon em fevereiro. Isso reflete o compromisso da empresa em apoiar o crescimento da AWS, incluindo investimentos em projetos de IA.

Edição Atual

Assine nossa newsletter diária

Noticias Relacinadas