Prefeitura de Belém promove sorteio público para mil unidades habitacionais no Residencial Viver Val-de-Cans

Na manhã desta quarta-feira, 03 de abril, a partir das 9h30, a Prefeitura de Belém promoverá um sorteio público para definir as famílias pré-selecionadas para ocupar mil unidades habitacionais do Residencial Viver Val-de-Cans, como parte do Programa Viver Belém – Minha Casa Minha Vida. O sorteio ocorrerá no gabinete do prefeito e será transmitido ao vivo pelas redes oficiais da Prefeitura.

O Residencial Viver Val-de-Cans, que estava ocupado por cerca de cinco anos por aproximadamente 300 famílias, passou recentemente por um processo de reintegração de posse determinado pela justiça em favor da Caixa Econômica Federal, responsável pelas obras. Com isso, o projeto passará por uma avaliação e definição dos serviços necessários para a retomada das obras.

Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), encarregada da seleção das famílias que preenchem os requisitos do Programa Minha Casa Minha Vida em Belém, conduzirá o sorteio, a triagem e a preparação da documentação necessária. Todos os pré-selecionados sorteados terão sua documentação encaminhada para análise e aprovação pela Caixa Econômica Federal, a fim de confirmar sua elegibilidade para a seleção final.

O sorteio será aberto ao público e transmitido ao vivo pelas redes oficiais da Prefeitura, a partir das 9h30. Representantes de órgãos fiscalizadores também foram convidados para acompanhar o processo, demonstrando o compromisso da atual gestão com a transparência.

As inscrições para concorrer a uma unidade habitacional do programa podem ser feitas no site Viver Belém. Para ser elegível, é necessário ter renda familiar de até R$ 2.640,00.

O Residencial Viver Val-de-Cans, que já alcançou quase 30% de execução, tinha previsão de entrega em 2019, porém, foi paralisado na gestão anterior e acabou ocupado. Agora, após a intervenção da Caixa Econômica Federal, as obras serão retomadas, oferecendo uma nova perspectiva de moradia digna para famílias de baixa renda em Belém.

Edição Atual

Assine nossa newsletter diária

Noticias Relacinadas