Reunião no MDA sobre Nova Linha de Crédito para a Amazônia

Em 1º de fevereiro, uma reunião foi realizada entre o Ministro Paulo Teixeira, a equipe do MDA e representantes de cooperativas locais para discutir a implementação de uma nova linha de crédito, projetada especificamente para atender às necessidades da Amazônia.

A ideia, que teve origem no Acre com a colaboração do representante da SUDAM em Brasília, Sibá Machado, e do superintendente do MDA, Cesário Braga, tem como objetivo estimular a produção agroflorestal. A proposta de crédito acessível, com baixas taxas de juros e um período de carência adequado, foi desenvolvida para atender às características únicas do sistema fundiário amazônico, que é notável pela falta de documentação de terras.

Com o apoio de Sibá Machado, superintendente da Sudan, a proposta ganhou força e agora inclui a participação de representantes de cooperativas de toda a Amazônia.

O Ministro Paulo Teixeira destacou a necessidade urgente de recuperar áreas degradadas e estabeleceu um grupo de trabalho para elaborar a proposta para esta nova linha de crédito.

Cesário Braga, superintendente do MDA no Acre e um dos idealizadores da proposta, expressou seu contentamento ao ver uma política pública inicialmente concebida no Acre ganhar alcance em toda a Amazônia. Ele ressaltou: “O objetivo é criar uma linha de crédito com uma identidade única e incentivos específicos para a produção agroflorestal, com o objetivo de gerar renda para as populações locais”.

Sibá Machado, um defensor entusiasmado da proposta, iniciou a reunião destacando o momento único vivido no governo do presidente Lula e a importância de desenvolver esta linha de crédito em parceria com as cooperativas. Ele declarou: “Temos mantido um diálogo constante com as cooperativas para entender os desafios da produção na região amazônica e estamos construindo esta proposta de forma colaborativa para atender a essas expectativas”.

A reunião com o Ministro contou com a presença de representantes do Acre, incluindo Valdemiro Rocha da OCB/SESCOOP, Jonas Lima, presidente da Coopercafé, Manuel Monteiro, presidente da Cooperacre, Ezequiel, presidente da Copel, e Antônio Sergioni, presidente da FETACRE.

Edição Atual

Noticias Relacinadas