X permite publicações de artigos de 100 mil caracteres com formatação

 

A plataforma X, para usuários do plano Premium+ e empresas autenticadas, agora oferece a possibilidade de publicar textos com até 100 mil caracteres através da função “Artigos”. Esta função permite a incorporação de imagens e vídeos nas publicações, similar aos editores de texto do WordPress e Medium.

A ferramenta disponibiliza uma interface básica de edição de texto, com opções de mídia incorporada e formatação, como a criação de listas numeradas ou com marcadores, além de permitir a formatação de texto em negrito, itálico ou tachado.

As novidades dos Artigos foram explicadas pelo X em um artigo no perfil oficial @Write. Após a publicação, os artigos são exibidos em uma aba específica no perfil e na linha do tempo dos seguidores, assim como as postagens tradicionais.

Os artigos são facilmente identificáveis pela etiqueta e pelo layout exclusivo. Na linha do tempo do X, os usuários veem apenas uma prévia do texto, sendo necessário clicar para ler o artigo completo. Ainda não se sabe a quantidade exata de caracteres que um artigo pode conter. No entanto, um teste realizado pelo site Engadget mostrou que foi possível escrever pouco mais de 100 mil caracteres, ou 15 mil palavras, antes de atingir o limite da plataforma.

Anteriormente, os usuários Premium já podiam escrever postagens mais longas, com até 25 mil caracteres. Agora, além do aumento do limite de caracteres, é possível organizar melhor as informações através das opções de formatação nos artigos do X.

Os Artigos estavam nos planos do X desde a época em que ainda era conhecido como Twitter. A ideia de publicações longas estava nos planos da rede social antes da aquisição pelo bilionário Elon Musk. Em 2022, a plataforma testou a função de Notas, que permitia escrever até 4 mil caracteres.

Com a aquisição de Musk, o projeto das Notas foi interrompido. Além disso, o executivo eliminou a publicação de manchetes de notícias sem publicidade, encerrou o suporte a ferramentas de newsletters, como Revue e Substack, entre outras mudanças controversas.

A implementação de ferramentas de publicação de artigos no X é curiosa, considerando que o bilionário não costuma ser receptivo com conteúdo jornalístico na plataforma.

Edição Atual

Assine nossa newsletter diária

Noticias Relacinadas