Concurso: CPNU Terá Provas em Nove Cidades do Amazonas

O prazo para inscrições no Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) encerra-se nesta sexta-feira (9), com 1,5 milhão de inscritos até o momento. As taxas de inscrição são de R$ 90 para cargos de nível superior e R$ 60 para cargos de nível médio. O CPNU oferece 6.640 vagas em 21 órgãos da administração pública federal. As provas serão realizadas simultaneamente em 220 cidades.

No Amazonas, as provas serão aplicadas em nove cidades: Coari, Itacoatiara, Lábrea, Manaus, Manicoré, Parintins, São Gabriel Da Cachoeira, Tabatinga e Tefé. Existem cargos disponíveis para diversas regiões do Brasil.

Vagas Disponíveis

As vagas disponíveis para o estado incluem cargos como analista administrativo, analista em reforma e desenvolvimento agrário e engenheiro agrônomo para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA); diversas especialidades de analista em Ciência e Tecnologia para o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI); e várias posições para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai).

O CPNU é um modelo inovador de seleção de servidores públicos federais, criado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. Este novo modelo permite a realização conjunta de concursos públicos para preenchimento de cargos efetivos em órgãos e entidades da Administração Pública Federal.

Inscrições

Para se inscrever, os candidatos devem acessar a página do GOV܂BR, fazer login e seguir as instruções fornecidas. No momento da inscrição, o candidato escolhe entre as carreiras, que estão divididas em oito blocos temáticos.

O CPNU permite a inscrição para mais de um cargo dentro do mesmo bloco temático, com o pagamento de uma única taxa de inscrição. Ao concorrer a mais de um cargo, o candidato deve classificar as vagas de interesse por ordem de preferência.

Os resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redações serão divulgados em 3 de junho. O resultado final será anunciado em 30 de julho. Em 5 de agosto, começará a etapa de convocação para posse e realização de cursos de formação.

O objetivo do CPNU é promover a igualdade de oportunidades de acesso aos cargos públicos efetivos. A prova será realizada no dia 5 de maio. O MGI destaca que a realização do concurso é um dos instrumentos para a reconstrução do Estado brasileiro, promovendo a recuperação das capacidades governamentais. O concurso, que é descentralizado e democrático, também visa à construção de um serviço público que reflita a diversidade do Brasil.

Edição Atual

Noticias Relacinadas