Expansão da atenção primária nas regiões Norte e Nordeste foi destaque em congresso

Aexpansão da atenção primária nas regiões Norte e Nordeste foi destaque no 9º Congresso Norte e Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde. O evento foi realizado em Salvador (BA) entre os dias 4 e 6 de setembro, com mais de 4 mil participantes. O Ministério da Saúde participou de mesas e oficinas temáticas sobre vigilância em saúde, saúde digital e assistência farmacêutica no SUS.

Na região Norte do Brasil, neste ano, foram 7.063 equipes e serviços de APS credenciados. O credenciamento é o processo que o Ministério da Saúde realiza para o financiamento federal de equipes e serviços nos territórios, a fim de expandir e qualificar a APS. Desses credenciamentos, 3.846 foram de Agentes Comunitários de Saúde, 1.656 de equipes de Atenção Primária e 1.561 serviços e programas da APS.

No Nordeste do país, houve 18.913 credenciamentos de equipes e serviços neste ano. O estado da Bahia apresenta o maior número de equipes de Saúde da Família (eSF) credenciadas pelo Ministério da Saúde (1.116). O estado chegou ao total de 3.806, além de outros 2.125 serviços da Atenção Primária e mais 1.224 Agentes Comunitários de Saúde.

A Secretaria de Atenção Primária atuou no estande do Ministério da Saúde prestando assistência aos municípios. Representantes da secretaria participaram também de mesas temáticas sobre tecnologia, vacinação e financiamento da APS. O secretário Nésio Fernandes compôs a mesa do congresso que discutiu as estratégias desenvolvidas para superar os desafios na coordenação avançada do cuidado no SUS.

“Foi um evento grandioso, que demonstra de fato a capacidade de mobilização do SUS, dos seus gestores e trabalhadores. O ministério da saúde está retomando a ocupação desses espaços de modo qualificado, respeitoso, com proposições e com uma capacidade gigantesca para a construção de novos conceitos em torno de necessidades de atualização das políticas. Dentro do SUS, essas políticas só se materializam quando de fato envolvem o engajamento de todos os entes e que se legitima também na proteção por parte do controle social”, destacou Nésio.

Mais Médicos no Norte e Nordeste

O Ministério da Saúde está expandindo o atendimento da atenção primária nos estados do Norte e do Nordeste, por meio do Programa Mais Médicos. Com a retomada do programa, o primeiro edital deste ano (28º ciclo) abriu aproximadamente 2.890 vagas para o Nordeste e Norte, sendo, respectivamente 1.346 e 1.539 vagas.

Dos profissionais selecionados para as vagas, 1.134 já estão em atividade em municípios do Nordeste e 437 no Norte. Com esse reforço, mais de 5 milhões de brasileiros terão acesso ao atendimento médico na APS do SUS. Além disso, gestores de 2.684 municípios de todos os estados do Brasil manifestaram interesse em receber profissionais do Programa Mais Médicos na modalidade de coparticipação, conforme edital publicado em 19 de junho deste ano. Foram 10.340 vagas autorizadas para todo país.