GNLink e Migratio formam parceria para projetos de biometano

GNLink, empresa do Grupo Lorinvest que atua em distribuição de gás natural liquefeito (GNL) e comprimido (GNC), e a comercializadora paulista Migratio anunciaram um acordo de cooperação para viabilizar projetos de produção de biometano até 2025.

As duas companhias vão desenvolver, conjuntamente, operações verticalizadas no mercado – o que inclui desde a identificação de oportunidades para a captação de biogás nos segmentos agroindustriais ou em aterros sanitários até a produção do biometano em si, para comercialização na forma de GNL ou GNC.

A GNLink entra, no negócio, com sua expertise em distribuição de gás liquefeito e comprimido, enquanto a Migratio com sua rede de clientes e experiência na originação do biogás.

O Grupo Migratio oferece serviços de comercialização, inteligência e soluções, com foco no mercado livre – além de atuar na estruturação e desenvolvimento de projetos para a geração de energia e amônia verde.

Migratio e GNLink também miram oportunidades no mercado de gás natural.

As duas companhias, de forma independente, possuem acordos com a Nimofast, para aquisição de gás importado a partir de 2025.

A GNLink assumiu um compromisso para compra de 2 milhões de m3/dia a partir do terminal paranaense, enquanto a Migratio mais 1 milhão de m³/dia de gás natural.

Edição Atual

Assine nossa newsletter diária

Noticias Relacinadas