Grupo LATAM elimina 96% dos plásticos descartáveis

 

O Grupo LATAM concluiu 2023 com um avanço expressivo na erradicação de plásticos descartáveis em todas as suas operações, atingindo uma diminuição de mais de 1.700 toneladas. Esse volume representa cerca de 96% do escopo definido pelo Grupo LATAM como plástico descartável, o equivalente a 266 milhões de sacolas plásticas. Os 4% restantes correspondem aos itens que não puderam ser substituídos ou eliminados por razões legais, de segurança, saúde ou operacionais, ou porque não havia alternativas de substituição disponíveis no mercado.

“Estamos orgulhosos de poder concluir 2023 com um avanço expressivo na erradicação de plásticos descartáveis em todas as operações, o que foi um grande desafio para o grupo. Foi um processo de aproximadamente três anos, que envolveu áreas transversalmente diferentes, desde o design da experiência de viagem até as linhas operacionais, substituindo os plásticos descartáveis por materiais rotativos, de base biológica e/ou biodegradáveis. Sabemos que ainda há muito espaço para melhorias e continuaremos a trabalhar arduamente nisso este ano”, afirma Johanna Cabrera gerente de Sustentabilidade do Grupo LATAM.

Essas ações incluem mudanças relevantes. Nesse sentido, na cabine Premium Business, foram implementadas sacolas reutilizáveis de algodão para itens de descanso e amenidades, como travesseiros, cobertores, capas de assento e fones de ouvido, e lançados novos kits de amenidades sem plásticos descartáveis, feitos no Brasil com matérias-primas locais, produção artesanal, cruelty free e desenhados por artistas emergentes.

Na cabine Economy, o uso de utensílios de alimentação reutilizáveis foi implementado durante todo o voo, com base em plástico rotativo de alta durabilidade, além de talheres e mexedores de bambu. Além disso, o uso de tiras de papel para a contenção de itens de descanso foi introduzido nas afiliadas da Colômbia, Chile, Peru e Equador.

Nos aeroportos, foram implementadas novas etiquetas 100% feitas de papel em diferentes aeroportos da malha aérea da companhia. Além disso, a LATAM Airlines Brasil trocou seus kits de lanches para contingências em terra por modelos feitos 100% de papel e papelão.

Já nos escritórios e áreas operacionais – especialmente no Chile e no Brasil – começaram a ser utilizados copos, sacolas e sacos de papel.

Outras iniciativas

As iniciativas são somadas ao trabalho que vem sendo realizado pelo Grupo LATAM com o programa “Recicle Sua Viagem”, que promove a separação de resíduos gerados no serviço de bordo para sua posterior reciclagem. Em constante revisão e aprimoramento, o programa está em operação nos voos domésticos das afiliadas no Chile, Peru, Equador, Colômbia e Brasil. Em 2023, mais de 170 toneladas de garrafas plásticas PET geradas em voos domésticos na América do Sul foram separadas e enviadas para reciclagem. Este ano, será iniciada também a separação a bordo de embalagens Tetra Pak para reciclagem. Nos voos domésticos da LATAM Airlines Brasil, estima-se que sejam recicladas 40 toneladas por ano (o equivalente a uma aeronave Airbus A139 sem combustível).

Além disso, o grupo LATAM deu continuidade ao programa “Segundo Voo”, que permite que os uniformes das companhias aéreas do grupo e vários itens têxteis não utilizados tenham uma segunda vida. Artesãos e empreendedores sul-americanos transformam esses itens em novos produtos, como porta-passaportes, etiquetas de bagagem, carteiras e chaveiros, entre outros. O grupo trabalha com 11 organizações e já deu um segundo uso a mais de 30 toneladas (50.000 peças de vestuário).

Graças às iniciativas dos funcionários das filiais de carga do grupo LATAM, e além das metas propostas, desde 2023 são utilizadas mantas reutilizáveis para cobrir paletes em diferentes etapas do transporte de carga no Chile e no Brasil, o que levou a uma redução de até 90% no uso de filme plástico em determinados processos. Além disso, a LATAM se tornou o primeiro grupo de companhias aéreas do mundo a implementar a selagem automatizada da 3M, o que permite uma redução de 80% do filme plástico no processo de armazenamento de importações de carga no Chile.

Os resultados alcançados na economia circular fazem parte da estratégia de sustentabilidade que o grupo LATAM apresentou em maio de 2021, com o objetivo de concentrar suas ações em três pilares específicos: Mudanças Climáticas, Valor Compartilhado e Economia Circular. Juntamente com a redução de plásticos descartáveis em todas as operações, a LATAM também pretende se tornar um grupo zero resíduo para aterros até 2027 e carbono neutro até 2050.

Edição Atual

Assine nossa newsletter diária

Noticias Relacinadas