Projeto Inovador para Melhorar a Saúde Bucal nas Populações Rurais Ribeirinhas da Amazônia

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) anunciou recentemente o início de um projeto revolucionário que visa melhorar as condições de saúde bucal nas populações rurais ribeirinhas da Amazônia. Este projeto, financiado pelo Ministério da Saúde e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), é uma resposta à chamada pública 21/2023 sobre Estudos Transdisciplinares em Saúde Coletiva.

Parcerias e Colaborações

O estudo será desenvolvido em colaboração com professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade Federal do Pará (UFPA) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Além disso, mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos dessas três instituições estarão envolvidos no projeto, que terá duração de dois anos. O projeto também conta com a colaboração de pesquisadores de instituições internacionais.

Objetivos do Projeto

O objetivo principal do projeto não é apenas avaliar as condições de saúde bucal das populações, mas também identificar os fatores de risco comuns a outras doenças crônicas que afetam essas populações. O público-alvo da pesquisa são adolescentes e adultos residentes nas localidades rurais ribeirinhas selecionadas.

Metodologia

O trabalho começará pela delimitação geográfica da área de atuação para planejar a coleta de dados. Isso será feito por meio de visitas às localidades para avaliar a saúde bucal e a saúde geral e aplicar questionários para identificar os comportamentos relacionados à saúde, como o consumo alimentar.

Barreiras de Acesso aos Serviços de Saúde

O projeto também abordará as barreiras de acesso aos serviços de saúde. Segundo o coordenador do projeto, Fernando Herkrath, as condições de saúde, tanto bucal quanto geral, são piores nas populações que residem em localidades rurais ribeirinhas, e existem inúmeras dificuldades de acesso aos serviços de saúde.

A Fiocruz Amazônia espera que o conhecimento gerado pelo estudo seja capaz de subsidiar as políticas e ações em saúde voltadas para as populações rurais ribeirinhas, identificando possibilidades transversais e integradas de intervenção que permitam superar as barreiras de acesso a bens e serviços, bem como garantir a melhora das condições de saúde geral e bucal. O projeto é um passo importante para a superação da invisibilidade dessas populações e para o planejamento de ações em saúde voltadas a elas.

Edição Atual

Noticias Relacinadas