Agricultura Sustentável: Brasil Reforça Compromisso Ambiental

 

O Brasil reafirmou seu compromisso com a redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE), estabelecendo metas ambiciosas de diminuição de 48% até 2025 e 53% até 2030. Em um momento crucial, onde o agronegócio figura como um dos principais protagonistas, responsável por até 15% das emissões globais de GEE, o país direciona esforços para promover uma atividade econômica agrícola mais sustentável.

Nesse cenário, a startup nacional Symbiomics emerge como pioneira no desenvolvimento de soluções inovadoras para a agricultura sustentável. Através da aplicação de tecnologias de ponta, como microbioma, genômica e análise de dados, a empresa concentra seus esforços em biocontrole, sequestro de carbono e bioestimulantes, visando aumentar a produtividade agrícola enquanto minimiza o impacto ambiental.

O CEO da Symbiomics, Rafael de Souza, enfatiza a importância de reduzir as emissões associadas aos insumos agrícolas, como os fertilizantes nitrogenados. A startup direciona seus recursos para o desenvolvimento de microrganismos capazes de tornar nutrientes essenciais, como nitrogênio e fósforo, mais acessíveis às plantas, reduzindo assim a dependência de fertilizantes químicos, que são tanto energeticamente custosos quanto poluentes.

Operando no Brasil, a Symbiomics está alinhada com as novas metas de emissão do país, realçando o potencial da nação para liderar inovações na agricultura sustentável. A empresa representa um exemplo do compromisso do Brasil em buscar soluções locais para desafios globais, aproveitando sua rica biodiversidade e contribuindo para atrair investimentos verdes.

Edição Atual

Assine nossa newsletter diária

Noticias Relacinadas